Hiperuricemia | ácido úrico, tratamento, sintomas calcanhares

Hiperuricemia

O que é hiperuricemia?

É um termo referente a um estado sanguíneo no qual se encontra ácido úrico em níveis acima do normal no plasma.             Geralmente a condição tem início nos homens ainda na puberdade, porém as manifestações clínicas surgem somente depois de 10 ou 20 anos. A hiperuricemia é comum em pessoas com mais de 40 anos, sendo que normalmente é assintomática. Está é uma situação que costuma vir associada ao hipertireoidismo, à gota, à leucemia, à toxemia gravídica, à diabete, ao alcoolismo e ao uso abusivo de diuréticos, por exemplo.

A hiperuricemia pode ser do tipo primária ou secundária. Quando é primária o ácido úrico se encontra em níveis elevados no sangue independente de outras doenças ou do uso de drogas. Quando é secundária, a elevação do nível de ácido úrico possui relação com enfermidades ou com o uso de medicamentos.

O ácido úrico é o resultado do metabolismo das chamadas purinas, ou seja, proteínas, pela ação de uma enzima. Ele é considerado um ácido fraco e a sua forma ionizada pode ser encontrada no plasma humano, na sinóvia e no líquido extra-celular. As purinas sofrem uma degradação em hipoxantina. Esta se transforma em xantina. Já a xantina é modificada para ácido úrico, que por sua vez vira urato de sódio.

Quanto maior for a quantidade de enzima, maior será a quantidade de acido úrico. Os sais de urato de sódio se depositam facilmente quando em excesso nas articulações periféricas, nos tornozelos, nos calcanhares e nos joelhos. Quando o acido úrico está em níveis elevados no plasma pode acabar se acumulando em tecidos do corpo humano, provocando danos ao local. Isto é uma situação de hiperuricemia.

 

Agente causador

A hiperuricemia é provocada pelo excesso de ácido úrico no organismo. Este é excretado para fora do corpo humano através da bile, do rim e dos sucos intestinais. A taxa no plasma da substância em questão depende basicamente do equilíbrio entre a absorção e a produção e a destruição e excreção. Quando há disfunções ocorre a enfermidade.

O urato é facilmente excretado pelo rim. Entretanto, na falência deste a degradação é feita pelo intestino. Quando quantidade no sangue está elevada dizemos que temos uma situação de hiperuricemia, quando está abaixo do normal dizemos ter uma situação de hipouricemia.

 

Como se descobre a doença (diagnóstico)

A hiperuricemia é geralmente assintomática e vem associada a outras doenças. Portanto, é normalmente durante o diagnóstico de outras condições que se descobre o alto nível de acido úrico no plasma. Doenças como diabetes, leucemia, gota, acidose metabólica e o policitemia são indícios de prováveis situações de hiperuricemia.

EXCLUSIVO!
  • Especialista revela um tratamento natural para ajudar a engravidar!
  • Médico indica mais de 150 receitas para zerar seu Colesterol!
  • EX-BBB testa novo inibidor de apetite e perde 22KG em 6 meses!
  • BLOGUEIRAS dão dicas para eliminar rugas e linhas de expressão!
  • DONA DE CASA de 57 anos usa AMORA para vencer a Menopausa!
  • Programa ajudar a Dominar o Diabetes de uma vez por todas!
  • ACABE COM A HERPES DE FORMA NATURAL!
  • Modelo que sofre com CANDIDÍASE revela seu tratamento natural!

Os hábitos de vida da pessoa também devem ser considerados, como uma dieta com grande ingestão de proteína ou o uso abusivo de drogas. A obesidade é outro ponto que faz o médico suspeitar da condição, assim como hipertensão arterial e uso de álcool. Em mulheres é comum acontecer durante a menopausa. Já em homens é mais comum na adolescência.

Durante o estudo do caso é importante estabelecer distinções entre a hiperuricemia e outras condições. Para tanto é comum o profissional solicitar um exame de sangue que trará a medição de ácido úrico no plasma. Este procedimento é rápido, simples e deve ser feito em jejum de 8 horas. Após a certeza do diagnóstico algumas medidas podem ser tomadas com o intuito de melhorar a situação.

 

Sintomas

Nem todas as pessoas com hiperuricemia desenvolvem sintomas. Muitas vezes é possível viver com a condição sem sentir transtorno algum. Entretanto, o acúmulo de cristais de urato nas articulações pode provocar quadros de dores especialmente nos joelhos, calcanhares e tornozelos.

Muitas vezes a hiperuricemia também acaba levando à formação de cálculos renais ou à insuficiência renal aguda ou crônica. Nestas situações os sintomas irão variar de acordo com as manifestações clínicas de cada doença. O cálculo renal, por exemplo, costuma provocar surtos de dor horríveis, acompanhados de náuseas e vômitos.

 

Prevenção

Pode-se prevenir a hiperuricemia mantendo os níveis de ácido úrico dentro do normal. Para tanto, aconselha-se, por exemplo, beber sempre muita água, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, principalmente da cerveja que é rica em purina e preferir alimentos não industrializados.

Uma dieta balanceada deve ser adotada. Frutas, legumes e verduras necessitam ser ingeridos. Deve-se evitar o consumo excessivo de carnes, de peixes pequenos, de miúdos como coração, fígado e rins, de frutos do mar como a sardinha e a anchova e de certos grãos como o feijão, a ervilha, o grão de bico e a lentinha.

Através destas medidas é possível se evitar o acúmulo de ácido úrico no organismo. Pessoas que já tiveram problemas com a condição devem estar sempre atentas ao consumo destes alimentos e ao hábito de ingerir bastante água, para ajudar na eliminação da substância.

 

Tratamento

Portadores desta espécie de distúrbio metabólico precisam evitar o estresse físico e o uso abusivo de diuréticos e de anti-inflamatórios. Todas as medidas descritas acima necessitam ser levadas em consideração de forma a evitar novos surtos.

O leite e o seus derivados ajudam na eliminação do ácido úrico e, portanto, devem ter o consumo estimulado. A dieta precisa ser controlada e a obesidade combatida, assim como a hipertensão. Além da alimentação, que necessita ser pouco calórica, alguns medicamentos podem ser indicados para o tratamento da condição. Eles auxiliam na inibição da produção de ácido úrico e ajudam a aumentar a excreção da substância. Muitas pessoas precisam tomar os dois tipos de fármaco, pois possuem tanto a produção acelerada quanto dificuldade em excreção.

É importante que se consulte um médico diante de suspeitas de hiperuricemia. Todas as condições precisam ser estudadas de forma a encontrar a melhor solução para os transtornos. Em hipótese alguma deve se realizar auto-medicação, pois o uso incorreto de medicamento pode piorar um estado e ainda mascarar algo mais grave. Portanto, não hesite em procurar por ajuda. Somente um profissional poderá avaliar corretamente cada caso e indicar a melhor saída. Fique atento aos sinais que seu corpo possa estar enviando, cuidar da saúde é algo fundamental.

Mais Artigos

Dicas para quem tem Pressão Alta
Amaurose Congênita de Leber
Alcalose
Anisocoria
Tenesmo
H.Pylori
TUBERCULOSE | Sintomas, Tratamento e Causas
ÁCIDO ÚRICO ELEVADO
CISTITE
Alergia à Poeira

Reader Interactions

Comments

  1. Existe um remédio antigo, a base de tinturas de ervas e outros elementos que trata rins
    e bexiga, combatendo o ácido úrico, o nome dele é Epigol, pode ser comprado via internet
    na farmácia Vital Farma, em Porto Alegre. É um tratamento que deve ser feito por um período mais longo, usando 7 a 10 frascos para conseguir que o rins e a bexiga melhorem e consequentemente o ácido úrico também seja reduzido a níveis baixos. Muitas pessoas de idade mais avançada reportaram o uso e com a resolução do problema do ácido úrico.

    Responder
  2. Exmos. Senhor.:
    Comecei a tomar Lisinopril/Hidroclorotiazida 20/ 12,5 mg..Entretanto comecei a ter dores horríveis nos ossos dos pés e nos joelhos. Dizem que deve ser GOTA efeito secundário daquele fármaco. Qual a alternativa ou solução? Obrigada antecipadamente.Manuela Pinto

    Responder
  3. Exmos. Senhores,~
    estou a tomar o Lisinopril/hidroclorotiazida 20/12,5 Mg, entretanto comecei a ter dores nos ossos dos pés e nos joelhos. Dizem-me que deve GOTA deve efeito secundário daquele fármaco.

    Responder
  4. fiz bariatrica a 68 dias e estou com crise de gota a 60 dias ininterrupitos o que fazer?

    Responder
  5. Tenho algumas observações a fazer, pois na reportagem recomenda o uso de leite e seus derivados, porém o leite é uma proteína e também deve ser consumido moderadamente e de preferência fazer uso do desnatado. Outros alimentos que devem ser substituídos são os integrais (arroz integral, pão integral, aveia, etc). Usar arroz branco, pão branco e etc. Cuidado com alguns vegetais como: Couve-flor, brócolis, espinafre pois também aumentam o ácido úrico. E por fim um alimento que é liberado em muitas dietas, mas para quem possui hiperuricemia, deve-se utilizar moderadamente é o Tomate, principalmente na forma de molho.

    Responder
  6. Meu marido tem problema com ácido úrico, mas não chega a afetar as articulações. Um amigo disse que a sangria resolveria o problema, mas não soube indicar quem e onde fazer. Alguém sabe alguma informação a respeito?

    Responder
    • cuidado com o vinho ele provoca ácido, sangria é um derivado do vinho

      Responder
  7. Gostaria de receber informacoes atualizadas de pesquisas cientificas, de exames novos na area medica. Muito bom o site

    Responder
  8. Fiz uma dieta a base de proteínas, e desencadeei uma crise de gota, que transformou-se em hiperuricemia, agora estou tratando com colchicina (colchis) e benzbromarona (narcaricina), mas gostaria de continuar à fazer uma dieta que desse o mesmo resultado, pois em 15 dias já havia perdido mais de 7 kg. Estou buscando ajuda, abraços…

    Responder
  9. O conteúdo da matéria sobre Hiperuricemia me ajudou bastante sobre a taxa alta de ácido úrico que os exames indicaram. O meu médico não explicou o suficiente para que eu tomasse os cuidados devidos. Simplesmente passou a dieta e não falou das causas e consequências do problema.

    Responder
  10. Gostei muito dessas informações. Me tiraram algumas dúvidas e me trouxeram alguns esclarecimentos sobre essa doença. muito orbriaga. espero mais informações.

    Responder

Deixe uma resposta Cancelar resposta


calcanhares

christian louboutin studded flats
louboutins sko
christian louboutin miesten lenkkarit
christian louboutin miehille
christian louboutin hæle

DICAS DA SABEDORIA POPULAR

Receitas Populares,Textos de Saúde e Prevençao,Fitoterapia e Medicina Natural!

Doenças degenerativas da coluna

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Clarear joelhos, cotovelos e calcanhares




INTRODUÇÃO:Estas regiões de muito movimento,não produzem muitas glândulas sebáceas suficientes para hidratar a pele, e com o atrito e a exposição ao sol,a pele destas areas ficam escurecidas,e em pessoas de cor escura(negros e morenos),vão perdendo a cor e acumulando celulas mortas(rachaduras esbranquiçadas).

1-receita clareadora de joelhos cotovelo e calcanhar:

Ingredientes:

1 colher de sopa de creme hidratante
1 colher de sopa de semente de gergelim ou semente de linhaça

Modo de usar: misture os ingredientes, passe nestas areas e friccione levemente as regiões que necessitam de clareamento e hidratação.Deixe agir por 5 minutos.
Depois lave a area com sabonete líquido,enxugue e passe um creme hidratante de preferência sem perfume.Faça esse tratamento uma vez por semana.

2-Receita clareadora de argila:

Ingredientes:

1/2 xícara de chá de argila
1/2 xícara e chá de agua morna

Misture a argila com a agua e aplique pequena quantidade na região que vai clarear.Deixe a argila secar completamente,remova depois com uma
compressa  húmida com água morna.Esse procedimento deve ser feito uma vez por semana até obter o clareamento.

*Pessoas alérgicas a argila não devem usar esta receita.faça o teste antes aplicando pequena porção,no braço, se ficar vermelha suspenda o uso do produto.


3- Máscara de mingau de maisena:
Ingredientes:
1 e ½ xícara de leite
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de maisena
Misture todos os ingredientes frios. Coloque a mistura no fogo até formar um mingau. Deixe esfriar. Aplique a pasta morna na virilha e nas axilas. Deixe agir por 15 minutos. Após retirar a máscara, passe um creme hidratante comum.Aplique a máscara duas vezes por semana até a pele clarear.


4- Máscara de fubá e aveia:
Ingredientes:
2 colheres sopa de leite em pó integral
2 colheres sopa de fubá
2 colheres sopa de soro fisiológico
2 colheres de sopa de aveia


Misture os ingredientes,passe suavemente em movimentos circulares,na região a ser clareada .Lave depois com água mineral.Repita o procedimento após 15 dias, até conseguir um bom resultado.

5-Receita de clareamento e hidratação


2 colheres de sobremesa de aveia em flocos
2 colheres de sobremesa de

Misture e espalhe sobre a aréa com movimentos circulares e suaves, espere 10 minutos ,retire com água morna e uma bucha vegetal.
depois passe um creme à base de ureia ou ceramidas e finalize com protetor solar FPS 15ou mais.

6-Receita esfoliante e hidratante(joelhos,cotovelos e calcanhares)

1-esfoliante:prepare um chá de camomila com 4 saches, 2 colheres (sopa) de sal marinho e 2 de óleo de gérmen de trigo. Descanse a mistura por 1 dia, e aplique nos joelhos,cotovelos ou calcanhares em movimento suaves e circulares. Depois enxague e seque.

2-HIDRATANTE: junte 2 colheres (sopa) de aveia,1 de mel,1 de quinua e 1 xícara de leite de soja. Misture e aplique suavemente nos cotovelos. depois retire com bastante agua.

7-Receita hidratante:

2 folhas de gelatina incolor diluídas em 1 xícara de água morna e 1 colher (sopa) de mel para nutrir e revitalizar a pele. É recomendado fazer esse procedimento uma vez por semana.

8-receita clareadora
1 colher de sopa de óleo de amêndoa
1colher de chá de bicarbonato de sódio

Misture até obter uma pasta grossa. Aplique no local e deixe agir por 3 minutos. Enxague bem e repita uma vez por semana.

*Usar hidratantes com silicone ou vaselinaem peles secas
*use esfoliante a cada 15 diaspara retirar células mortas e revitalizar a pele.

*Os joelhos ,cotovelos e calcanhares precisam ser periodicamente hidratados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste seu comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial


Util Dicas | Dicas para si e sua casa

Dicas caseiras para si e para a sua casa.





Tratamento caseiro para pés rachados

tratamento-caseiro-para-pes-rachados

Tratamento caseiro para pés rachados

A dica de hoje é uma dica relacionada com pés ressecados e rachados. Embora este tratamento caseiro sirva para os pés rachados, ela é especialmente indicada para os calcanhares rachados.


Tratamento caseiro para pés rachados:
- Fazer a loção caseira para tratar os pés ressecados e rachados -
  • Junte, em proporções iguais, glicerina líquida, álcool etílico e sumo/suco de limão.
- Como aplicar ou usar a loção caseira para tratar os pés ressecados e rachados -
  • O tratamento caseiro para pés rachados deve ser feito à noite quando for dormir.
  • Lave bem e seque o(s ) pé(s) rachado(s).
  • Aplique a loção caseira na zona ressecada e/ou rachada massajando suavemente.
  • No caso de calcanhares rachados e muito ressecados, deixar secar ligeiramente a primeira aplicação de loção tratante e voltar a aplicar uma segunda vez.
  • Se desejar pode calçar umas meias de algodão.
  • Ao acordar, lave e seque os pés. De seguida aplique um créme hidratante.
Outro tratamento caseiro relacionado com pés rachados:
- Receita caseira para rachaduras dos pés


Créditos:
Imagem: TinEye.

0 comentários :

Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

Pesquisa personalizada no Util Dicas: